Contratação, aplicação e
dúvidas frequentes

Contratação

 

A adesão a qualquer um dos Diagnósticos Padronizados  da Primeira Escolha implica, automaticamente, no ingresso da instituição escolar no Programa Avaliação para Aprendizagem (saiba mais aqui), que congrega avaliação externa, devolutivas pedagógicas e formação continuada.

 

O orçamento da adesão ao programa depende unicamente da quantidade de alunos realizando as avaliações. O serviço de devolutiva pedagógica não tem custo adicional. Já as vagas nos cursos da Academia Primeira Escolha são concedidas da seguinte forma: a cada 500 alunos participando da avaliação, a instituição escolar recebe uma isenção por curso da Academia Primeira Escolha, realizado no ano letivo corrente.

 

Para pedir um orçamento ou agendar uma reunião técnica, preencha o formulário ao final da página. Ou, se preferir, entre em contato com
a Equipe de Relacionamento da Primeira Escolha por telefone, e-mail ou Whatsapp:

(11) 2538 3777

WhatsApp
(11) 95175 0169

contato@primeiraescolha.com.br

Obs.: É importante ressaltar que há um calendário único de aplicação das avaliações para todas as escolas.

Dessa forma, para aplicação, é necessário iniciar o processo de contratação em tempo hábil, considerando as etapas da aplicação discriminadas a seguir.

Etapas da Avaliação na Escola

A seguir detalhamos algumas etapas necessárias à aplicação
das avaliações dos programas avaliativos da Primeira Escolha, visando
ao melhor planejamento das instituições de ensino interessadas
em nossos serviços:

 

Preparação

  • - Envio da base de alunos participantes para a Primeira Escolha.
  • - Comunicação com a equipe pedagógica.
  • - Comunicação com os professores.
  • - Comunicação com os alunos e responsáveis.
  • - Agendamento e realização de videoconferência para formação sobre a avaliação de oralidade (só para o DPEF456).
  • - Recebimento e conferência dos materiais de avaliação.
  • - Alocação de professores e auxiliares para aplicação das provas.
Aplicação

- Controle do tempo de duração das provas.
- Orientações aos alunos e monitoramento
da realização das provas.

- Recolhimento dos materiais de prova.

Organização e devolução dos materiais de prova 
 
  • - Conferência e organização dos materiais de prova recolhidos.
  • - Devolução dos materiais para a Primeira Escolha.
Resultados
 
  • - Acesso à plataforma de devolutivas da Primeira Escolha.
  • - Agendamento e realização da Reunião de Devolutiva (para os Diagnósticos Padronizados).
  • - Compartilhamento dos resultados com a totalidade
    da equipe pedagógica.
  • - Compartilhamento dos resultados com alunos e famílias.
  • - Uso dos resultados para planejamento e realização
    de intervenções pedagógicas.

Dúvidas frequentes

Avaliação externa e simulado são a mesma coisa?

Não. Diferentemente dos tradicionais simulados de vestibular, que pretendem a familiarização do aluno com certo tipo de prova, as avaliações externas da Primeira Escolha se destinam principalmente aos educadores da escola – professores, coordenadores e diretores –, e foram desenhadas para que seus resultados possam ser usados para apoiar o planejamento pedagógico, com foco total na melhoria da aprendizagem dos alunos. Esse propósito exige das avaliações externas o estabelecimento de matrizes, escalas e um aparato instrumental que garanta a validade dos resultados, aspectos que não costumam estar presentes em um simulado.

Os instrumentos de avaliação podem ser adequados pela Primeira Escolha ao currículo da escola?

Não, sob pena de descaracterizar a padronização do processo avaliativo – um de seus principais diferenciais. Essa padronização é o que permite fazer comparações com uma base de referência ampla, composta por todas as escolas que aderem ao programa, em todo o Brasil. As eventuais discordâncias entre as matrizes de avaliação e o currículo escolar devem, contudo, ser consideradas com parcimônia na interpretação dos resultados – especialmente aqueles estratificados por habilidades.

Os resultados são estabelecidos por meio da TRI, a mesma metodologia utilizada pelo ENEM?

Sim.

Quantas escolas compõem a base de referência das avaliações da Primeira Escolha? Qual é o perfil dessas escolas?

Essa resposta pode variar de ano para ano. Tomando o ano de 2019 como exemplo, há cerca de 40 escolas que aderiram a alguma de nossas avaliações, totalizando a participação de mais de 10 mil alunos em todo o Brasil.

O público dos Diagnósticos Padronizados é composto por escolas privadas, tendo em comum uma clientela de alto nível socioeconômico. Elas variam, entretanto, com relação ao porte e vertente pedagógica.

Já a Avaliação BNCC foi aplicada, em 2018, por 344 escolas das Redes Estaduais dos Estados de Alagoas e Sergipe, totalizando a participação de mais de 43 000 alunos. Em 2019, passa a ser oferecida em regime regular, destinando-se tanto a escolas privadas quando a redes públicas de ensino.

As provas podem ser aplicadas em dias diferentes?

A escola tem liberdade para distribuir a aplicação dos diferentes instrumentos de avaliação dentro de um período previamente definido pela Primeira Escolha. Cada instrumento avaliativo, entretanto, deve ser aplicado sem que haja intervalos ou fragmentação da aplicação.

Quem aplica a avaliação de oralidade do DPEF456?

Profissionais da própria escola, apoiados por protocolos e por formação prévia fornecida pela Primeira Escolha.

Alunos com deficiências, transtornos ou dificuldades de aprendizagem podem realizar a avaliação? Como?

Sim. O tratamento comumente dispensado a esses alunos nas situações avaliativas que já acontecem na escola deve ser estendido à aplicação das avaliações externas. São exemplos de encaminhamentos comuns: mediação diferenciada ou tempo estendido. O nome do aluno, o tempo de execução e qual foi a mediação diferenciada utilizada devem ser registrados na Folha de Ocorrências fornecidas pela Primeira Escolha. A Primeira Escolha também disponibiliza alguns tipos de instrumentos adaptados, como provas ampliadas e em papéis especiais.

É possível contratar apenas a aplicação das provas dos Diagnósticos Padronizados sem aderir ao Programa Avaliação para Aprendizagem?

Sim. Porém, os custos de adesão ao programa são os mesmos, pois a realização das Devolutivas Pedagógicas e a participação dos profissionais da escola ou rede nas formações da Academia Primeira Escolha são fornecidas sem nenhum custo adicional, respeitando-se certas regras. Nossa experiência ensina que estabelecer um vínculo de cooperação sólido e transparente com as escolas, bem como ampliar o repertório dos educadores acerca da temática da avaliação, é muito importante para o bom uso dos resultados da avaliação externa.

Converse com a nossa equipe!